Moqueca mineira/ baiana e pirão

Vou todo ano para Arraial D’ajuda. Ficamos sempre nos chalés do La Aldeia porque gosto de cozinhar e a cozinha do chalé é ótima. Então, levo meus utensílios e temperos preferidos e mãos à obra.
Fui no mercado de peixes de Porto Seguro e me falaram que a dourada estava muito boa. Também me mostraram carne das patas da lagosta. Logo pensei numa bela moqueca.

Enquanto o maridão e os filhotes curtiam o mar eu fui pra cozinha começar a moqueca.
Da janela da cozinha eu acompanho o mar e a piscina da pousada… Com uma cerveja gelada na mão eu não preciso de mais nada.
1,2 k de filés de dourada temperados com sal, alho e limão
800 g de carne de patas de lagosta temperada com sal, alho e limão
3 tomates bem maduros em meia lua
2 cebolas em meia lua
3 dentes de alho amassados
50 ml de azeite de dendê
30 ml de azeite de oliva
1 colher de extrato de tomate
1 galho de coentro (opcional)
400 ml de água fervente
200 ml de leite de coco com 1 colher, das de sopa, de amido de milho
sal e pimenta a gosto
salsa ou coentro finamente picados a gosto


Modo de fazer:

Aqueça bem uma panela de barro e coloque os azeites, o alho e o galho de coentro (ou salsa). Assim que a cebola murchar acrescente os tomates e o extrato. Cozinhe 3 minutos e coloque a água fervente. Tempere a gosto e deixe ferver por 5 minutos.

Coloque, então, as postas de peixe e cozinhe por 4 minutos.
Retire o galho de coentro.
Acrescente a carne da lagosta e 1 minuto depois o leite de coco com o amido.
Mexa cuidadosamente para não quebrar o peixe.
Assim que o caldo engrossar separe duas conchas do caldo da moqueca para usar no pirão.
Cubra com a salsa (ou coentro) e sirva com o pirão, arroz branco e aquela farinha baiana maravilhosa.

PIRÃO


Meu pirão não é feito com caldo de peixe por pura preguiça. Faço de uma maneira simples mas que fica “diliça”!
Enquanto a moqueca está no fogo faço o pirão.

Doure 3 dentes de alho, 1 cebola, 2 tomates e 1 pimentão pequeno no azeite de dendê. Assim que murchar acrescente 1 colher de extrato de tomate e 1 litro de água fervente. Tempere com sal, pimenta ardida e pimenta do reino moída na hora. Acrescente farinha de mandioca até dar o ponto (cuidado pois ele engrossa muito depois que esfria) e logo após acrescente as duas conchas do caldo retirado da moqueca.
Coloque bastante salsinha (ou coentro, ou ambos) e sirva.

Depois é só comer, tirar uma soneca e acordar a tempo de assistir o por do sol da varanda do quarto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *