Joelho de porco defumado e Risotto de Brie com Parma

Eu estava com muita vontade de comer risotto de queijo brie com presunto de Parma mas não tinha caldo caseiro congelado para preparar o risotto. Me lembrei de um joelho de porco defumado que estava no freezer e resolvi inovar.
Enquanto a Azeitona Verde entregava o presunto e o queijo, coloquei o joelho em uma panela junto com 2 litros de água, 1 copo de vinho do porto, 1 folha de louro, 1 pimenta cumari fresca e grãos de pimentas da jamaica e do reino.


Cozinhei por duas horas e o caldo que sobrou na panela ficou MARAVILHOSO!
Aí foi só desengordurar, levando o caldo ao freezer e retirando a gordura que se formou na superfície, e usar no risotto.


O joelho cozido eu levei ao forno bem quente por 20 minutos. Ele foi o nosso “petisco”, antes do risotto!

Risotto todo mundo sabe fazer, né?

Depois da “moda” da muçarela (ai, não me acostumo a usar o Ç nesta palavra) de búfala com tomate seco e rúcula enfrentamos a moda do risotto, perceberam?
E até quem nunca tinha encostado a barriga no fogão pra passar um café resolveu tirar o caldo Knorr da gaveta e preparar um risottinho…
Durante essa febre eu comi de tudo: risotto com arroz cru, risotto com arroz empapado e até risotto de arroz parboilizado ou agulhinha.

O pior, para mim, é chegar em um restaurante italiano da cidade e ler no cardápio ” Risotto com arroz agulhinha R$X,00 – Risotto com arroz arbório R$2X,00″.
Poxa! Será que eles não sabem que NÃO se faz risotto com arroz agulhinha?
Bem… mas isso eu vou comentar em um outro dia…

Vamos à receita que preparei:

Ingredientes para 5 pessoas comilonas que moram nessa casa:

1 cebola, eu prefiro ralada
400 g de arroz para risoto (eu uso arbório, vialone nano ou carnaroli mas prefiro o carnaroli)
250 ml de vinho branco de boa qualidade
2 l de caldo quente
Sal e pimenta
2 colheres de manteiga
100 g de queijo parmesão ralado
1 latinha de queijo brie (me esqueci o peso mas acho que são 180g)
100 g de presunto de Parma fatiado bem fino e depois cortado em tiras

Modo de fazer:
Aqueça o caldo em uma panela separada e mantenha aquecido.

Aqueça uma panela com 1 colher de manteiga e acrescente a cebola e o arroz. Frite o arroz e a cebola na manteiga por 2 ou 3 minutos. Acrescente o vinho e espere ele evaporar.
Vá acrescentando o caldo aos poucos, uma concha de cada vez e mexa até evaporar completamente.
Após 10 minutos acrescentando caldo e mexendo, acrescente o Parma.
Continue acrescentando o caldo até o arroz ficar ao dente.
Acerte o sal, apague o fogo e acrescente os queijos e mais 1 colher de manteiga. Mexa cuidadosamente e aguarde 2 minutos para servir.

O caldo feito com o joelho defumado deu um sabor ímpar ao risotto, que fica super cremoso por causa do brie.
Mas eu bem sei que risotto não é um prato muito fotogênico, não é mesmo? Ainda mais depois de algumas muitas taças de vinho!

7 comentário para “Joelho de porco defumado e Risotto de Brie com Parma

  1. DE QUALQUER FORMA, O GOSTOSO É QUE A COSINHA NOS PERMITE BRINCAR , CRIAR, ONDE TUDO E PERMITIDO ATÉ TIRAR AQUELA PONTINHA DEPOIS DA FARRA GOURMET.

  2. taí,,gostei dos comentarios simpaticos e,da receita do risoto com o caldo resultante do cozimento do joelho de porco defumado.
    so fiquei encucado com a quantidade de cebola e do parma principalmente, considerando os 400 grs de arroz..qtidade suficiente para 6 pessoas no mininimo(considerei o petisco citado).Oportunamente espiarei as demais…pela sua segurança, acho valera a pena.
    luciano,
    http://www.maletadobomgourmet.com.br

  3. adorei o jeito de passar a receita, na verdade me identifiquei, pois repasso do mesmo jeito !!!! agora vou preparar o joelho de porco e depois vou dar uma boa olhada no seu blog que deve estar cheio de boas surpresas !!!!!

  4. Alty ….

    Deve ter ficado maravilhoso, eu e o maridão ja compramos os ingredientese vamos preparar amanha no almoço… tomando umas taças e vinhos é claro, rsrsr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *