Massa fresca com nero di seppia


Eu simplesmente AMO massa fresca. E preparar a massa é tão prazeroso, para mim, quanto comer.
Minhas massas caseiras ainda estão longe de serem perfeitas.
Cada dia que passa me aprimoro mais e sei que tenho muito ainda a aprender até que elas fiquem perfeitas.

Hoje é feriado aqui em Uberlândia e ontem o domingo ficou com cara de sábado… Acordei muito animada e super cedo e fui pra feira comprar tomates italianos para preparar um delicioso molho para acompanhar minha massa.

Desde que ganhei tinta de lula dos meus amigos Carol e Marcel já sabia o destino que daria a ela : um talharim ao nero di seppia. Agradeço, mais uma vez, o presente dos amigos!

Ontem coloquei, literalmente, a mão na massa.

Preparei 400 g de massa com as duas doses de tinta. Usei também:

80 de semolina de trigo da Renata
320 g de farinha de trigo com 6% de proteína
6 ovos (meus ovos são caipiras e muito pequenos)
2 doses de tinta de lula
um pouquinho de água

Bati os ovos com a tinta no liquididicador até que a tinta, que parece uma graxa, se dissolvesse completamente.
Fiz um vulcãozinho com os dois tipos de farinha, coloquei os ovos no centro e fui mexendo, com um garfo, até o ovo se misturar com a farinha. Precisei usar um pouquinho de água nesta hora.
Depois usei as mãos.
Trabalhei a massa até ela ficar beeeeemmm lisa.
Cobri com um plástico e deixei descansar por 30 minutos.

Depois é só cortar a massa em porções equivalentes ao número de ovos usados na receita e cilindrar cada porção até a massa ficar lisa. Isso quer dizer que temos que passar pelo cilindro umas 10 vezes.
Depois que a massa está bem fina passo ela para uma mesa e acerto as bordas com uma faca. Passo as tiras para o varal de massas e espero ela secar um pouco.
Quando a massa está seca é só levar à máquina novamente e cortar. Meu cilindro só corta em talharim.


Não posso deixar de agradecer o maridão, meu filhote João Antônio e meu afilhadão Lucas, que me ajudaram nesse processo.
Preparar massa caseira é sempre uma farra que conta com a ajuda de toda a família, por isso eu gosto tanto!

Também preparei a tradicional massa com ovos para a turma que não é chegada em frutos do mar.
Essa receita eu já postei aqui.

Na próxima postagem vou passar a receita dos molhos que usei nas massas.

2 comentário para “Massa fresca com nero di seppia

  1. Moro na cidade do Rio de Janeiro, compro lulas vivas no Posto 6, em Copacabana, e ainda não consegui tinta de lula suficiente para utilizar em um risoto, por exemplo. Os saquinhos de sepia sempre estouram e perco a tinta. Como voce conseguiu a tinta de lula? Meu e-mail é mgrosa@uol.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *