Arancini – Bolinho de arroz arbório


Na semana passada eu contei pra vocês que ia passar o final de semana na fazenda de amigos.
Pois o final de semana foi DELICIOSO!

Eu amo natureza…. me sinto mais tranquila, relaxada… e em boa companhia não existe nada melhor.

O combinado era que cada um dos 3 casais ficaria responsável por 1 dia de “rango”.

Eu levei matambre e arancinis de entrada e postas de bacalhau para grelhar na churrasqueira.

O bacalhau eu não fotografei… mas ficou DIVINO!!!!!

Eu ainda tinha bacalhau de SP no freezer e preparar a receita não teve segredo algum. Descongelei as postas de bacalhau- já dessalgadas- no leite, depois sequei bem com um papel toalha e deixei de molho em 1 vidro de azeite por 24 horas.
Prontinho.
Aí é só retirar as postas do azeite, grelhar de todos os lados na brasa quente e servir.

No azeite que sobrou da “marinada” eu fritei alho bem picado e servi junto com o bacalhau.

Nosso anfitrião pode falar se estava bom!!! hahahahahaha

Os arancinis eu levei prontos, faltando só fritar!

Arancini nada mais é do que um bolinho de arroz arbório.
Sabe quando sobra aquele tanto de risotto e você não sabe o que fazer?
É só deixar na geladeira de um dia para o outro e depois moldar “bolas” de risotto, rechear com um pedaço de queijo de sua preferência, passar na farinha de rosca e fritar em óleo quente. Sò isso! Não precisa de ovo, farinha ou qualquer outra coisa!

Eu prefiro os arancinis com um belo molho de tomates frescos.
Para o molho eu usei:

10 tomates italianos bem maduros
1 cebola média
1 fio de azeite
4 dentes de alho bem picados
1 pitada de açúcar
sal a gosto

Bati os tomates e a cebola no liquidificador, passei por uma peneira e refoguei em azeite e alho. Cozinhei por 30 minutos, acertei o sal, reguei com um bom fio de azeite e coloquei folhas de manjericão.

Cobri os arancinis, já fritos, com o molho e bastante parmesão ralado na hora e levei ao forno (no caso o forno era de fogão a lenha e o sabor ficou maravilhoso) e servi com ramos frescos de manjericão.

Ainda rolou um belo churrasco feito pelo Fafá e costeletas de cordeiro (fresquíssimo, morto na fazenda, no dia anterior) feitas pelo PD.
Sem contar as batatas e cebolas assadas com sal de alecrim, a Maria Isabel e os petiscos variados…

Ah!!! E muita música, muito vinho e um papo maravilhoso!



Amigos, obrigada pelo final de semana maravilhoso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *