Carne de sereno com mandioca frita e sobremesa feita pela maridão


Ontem foi feriado e ficamos o dia todo em casa, só assistindo TV e beliscando.
Eu tinha uma carne de sereno no freezer e resolvi fazer da forma que a turma mais gosta: frita.
Para acompanhar nada melhor do que uma mandioquinha, também frita…

A receita desta carne de sereno eu peguei no Mais Você, da AMB. Fiz e foi aprovada!
Agora não fico sem…

Compre uma peça de carne da sua preferência. Pode ser picanha, coxão duro, coxão mole ou paletão, que é a minha preferida para preparar este prato.

Com a picanha eu faço bifes grelhados ou churrasco, com as outras eu faço carne de panela, iscas aceboladas, carne de roça (que é essa receita que estou passando), Maria Isabel, etc.

A peça deve pesar entre 1.2k e 1.5 k.
Faça dois sulcos bem profundos na carne, sem chegar até o final.
Passe 120 g de sal fino ou 160g de tempero mineiro em toda a peça e coloque em uma travessa de vidro.
Cubra muito bem com um pano limpo e deixe em um local fresco por 24 horas.
Vire a carne 3 vezes neste período.
A carne vai desidratar e soltar um líquido. Não descarte esse líquido.
Passadas as 24 horas é só lavar a peça muito bem, retirando todo o excesso de sal e colocar em uma peneira por 30 minutos.
Depois que todo o líquido escorrer e a carne estiver bem seca é só embalar em filme plástico e levar ao freezer por 12 horas!

Prontinho!

Você pode consumir a carne assim que passar as 12 horas ou mantê-la congelada por até 3 meses.

Eu costumo congelar em porções de 700g. Assim fica mais fácil de descongelar.

Ontem eu piquei a carne em pedaços grandes e coloquei na panela de ferro com óleo até na metade da carne. Liguei o fogo alto e cozinhei por 2 horas, pingando água a cada 15 minutos. A carne fica bem sequinha e dourada por fora e macia por dentro. O cúmulo da gostosura e do colesterol!

A mandioca frita é fácil.
Comprei a amarela e já descascada e piquei em pedaços pequenos.
Em uma panela de pressão coloquei 1 litro e meio de água, 1 colher, das de sopa, de açúcar, 1 colher, das de sopa, de tempero mineiro e deixei a água ferver.
Coloquei a mandioca na água fervente e cozinhei por 3 minutos na pressão.
Assim que a pressão saiu eu escorri e levei a mandioca para a geladeira por 1 hora. Esse truque é muito importante para que ela fique bem sequinha.
Depois é só fritar em óleo quente e em pequenas porções.

Enquanto eu estava preparando as flitulas e um cookie que não deu certo o maridão resolveu fazer uma sobremesa! Quase morri de susto porque ele não gosta – e não sabe- trabalhar na cozinha.
Mas o merengue de morango ficou dilíça!
Ah!!! Meu filhote João Antônio ajudou o maridão… Foi um trabalho em dupla.

Merengue de morango do maridão

É só fazer camadas de :

– Morangos lavados e fatiados
– Calda de morango feita com 250 g de morangos, 1 colher, das de café, de vinagre e 1/2 xícara de açúcar, cozida por 30 minutos
– Suspiros comprados prontos
– Chantilly feito com 500 ml de creme de leite fresco e 3 colheres, das de sopa, de açúcar
Repita as camadas e decore com morangos passados na calda.

Fomos dormir felizes, satisfeitos e pesando 1 quilo a mais!

10 comentário para “Carne de sereno com mandioca frita e sobremesa feita pela maridão

  1. Oi Cris, seu site é aquele que qualquer um pesquisa, pesquisa, pesquisa, até encontrar e daí não para de olhar, hehe, bom demais.
    Vou plajear umas receitinhas pra dentro das minhas panelas, ok.
    A começar pelo pão de queijo e a broa de fubá, eu revendo queijo minas curado e meia cura (de minas), não vai ser problema em casa.

    Uma pergunta, gostei da carne de sereno, você fala em lavar a carne, isto é, com o mesmo líquido da desidratação, ou agua de torneira?

    abçs e parabéns

    Almir e Sara
    http://www.fogaoalenhaeimaginacao.blogspot.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *