Leitoa pururuca a passarinho


Como prometi no post do resumo do meu ano, aqui vai a receitinha mais deliciosa que eu já comi.

Essa receita me lembra as festas de Natal na casa da minha avó Teresa.
A casa cheia de gente, os primos brincando, os tios conversando.
Noooooossa! Dá uma saudade…

Resolvi fazer a leitoa na nossa chácara no almoço do dia primeiro.
A sorte é que a vóvis estava lá e me deu todas as dicas. E ainda corrigiu o tempero, que tinha ficado bem fraquinho depois da “aferventada”…

Espero que vocês gostem dessa delícia engordativa que pra mim tem gosto de nostalgia.

Receita de leitoa pururuca a passarinho para as festas de final de ano

1 leitoa bem pequena ( a minha pesava menos de 4 quilos)
água fervente suficiente
tempero caseiro suficiente (vai depender do peso da leitoa)
suco de 3 limões (eu usei o limão china)
4 dentes de alho amassados
2 pimentas bode amassadas
óleo para fritar

Quanto menor a leitoa, menos gordura entre a pele e a carne ela vai ter. Prefira as pequenas… Se você precisa de uma quantidade maior, compre 2 pequenas.
Peça ao açougueiro que serre a leitoa em pedaços pequenos, iguais aos do frango a passarinho.
Lave e limpe bem a carne.
Coloque uma panela com água no fogo e tempere com tempero caseiro ou sal. Afervente a leitoa por 15 minutos nessa água e escorra bem.
Coloque os pedaços da leitoa em uma assadeira e retempere com tempero, pimenta, alho e limão. Cubra com alumínio e leve ao forno médio por 30 minutos. Retire o alumínio, aumente o forno e deixe por mais 20 minutos, ou até os pedaços ficarem sequinhos. Retire do forno e reserve.

Frite em pequenas porções, no óleo quente.

6 comentário para “Leitoa pururuca a passarinho

  1. Olá a todos os que vão ler este comentário neste blogue ou noutro muito bom como este. Pois é, estou encantado com todos estes pratos tão bem confeccionados. Pois, eu gostava de fazer igual, mas não consigo. A vida é dura e obrigou-me a morar sozinho, e a cozinha não é de todo o meu local favorito. Mas estou a tentar conhecê-la, mas as aventuras têm sido imensas. Fiz um blog humilde para colocá-las em forma de crónica pouco extensas. Gostava muito que todos vocês o visitassem e se possível o seguissem. É que tentar cozinhar e depois não ser ajudado, é algo muita mau.
    Cumprimentos a todos!

    http://tenhosalfaltamecolher.blogspot.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *