Feijão preto dos cariocas


Eu contei pra vocês que quando fui pra Búzios a Neusa cozinhava pra gente, né?
A comidinha dela é toda gostosa mas o feijão é dos deuses!

Eu, que nem gosto muito de feijão, comi feijão TODOS os dias que estava lá, de tão gostoso que eu achava.

Perguntei pra Neusa o que a receita dela tinha de diferente e fiquei de boca aberta quando vi o segredinho: ela refoga o feijão ainda cru. Eu nunca tinha feito isso, sempre cozinhava o feijão, fazia um refogado com carnes e alho e só depois acrescentava o feijão cozido.

Mas isso é passado. Agora só faço feijão igual o da Neusa. Cozinhar o feijão já com as carnes deixa ele muito mais saboroso!

Para preparar o feijão gordo carioca você vai precisar de:

-500 g de feijão preto lavado
– 1 fio de óleo
– 1 calabresa, em rodelas grossas
– 1 paio, em rodelas grossas
– 350 g de carne de sol aferventada, em cubos
– 100 g de bacon, em cubos
– 5 dentes de alho, amassados
– 1 cebola pequena, bem picada
– água suficiente para tampar o feijão
– sal a gosto
– louro (opcional, a Neusa não usava)

Na panela de pressão coloque o bacon e um fio de óleo. Quando o bacon começar a dourar junte a carne e as linguiças. Refogue bem até a carne ficar dourada e junte o alho e a cebola. Mexa bem até a cebola murchar.
Acrescente o feijão lavado e escorrido e refogue por 2 ou 3 minutos.
Cubra com água, tampe a panela de pressão e cozinhe por 20 ou 30 minutos, o tempo vai depender do feijão.
Quando o feijão estiver macio, destampe a panela, acerte o sal e deixe ferver, fora da pressão, por 20 minutos ou até o caldo engrossar.

Não precisa de mais nada além de um arroz fresquinho para acompanhar essa tentação!

8 comentário para “Feijão preto dos cariocas

  1. Kruxa, legal essa receita, tb nunca tinha refogado o feijão antes… feijão preto lembra muito a minha terra, florianópolis, já que em Santa Catarina também é o feijão de todo dia…fui conhecer o feijão carioquinha em São Paulo. abção

  2. Olá Kris, qdo vi a receita deste feijão coloquei mãos a obra p/ testar a receita…..sou carioca e conheço bem um bom feijão e p/ ser sincera não achei nada de especial. Na minha opinião, a panela, as mãos da cozinheira e até a colher de pau q se usa influencia no sabor. Fiquei curiosa se vc fez este feijão e se ficou c/ o mesmo sabor do q vc comeu preparado pela Neusa. Abraço, Sumaia

  3. Olá, Sumaia! Seja bem vinda ao blog!
    Eu percebi muita diferença entre o feijão refogado cru e o feijão refogado depois de cozido. Acho que os sabores ficam mais acentuados.
    Mas uma coisa que prestei atenção é que a carne salgada e de sol do Rio são bem diferentes das carnes daqui.O sabor de lá eu ainda não consegui acertar!
    Você está certa, pode ser o jeitinho e o tempero da Neusa!

    Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *