Cubinhos de caldo caseiro, valem a pena?

Já falei aqui mais de mil vezes que tenho uma preferência ENOOOORME por caldos caseiros, né?
Não que eu não use os industrializados, uso sim! Quando estou sem tempo ou meu estoque congelado está no fim, apelo para os industrializados.
Uso aquele granulado, com 0% de gordura ou um importado que se chama Star, que ADORO e as amigas, quando viajam, me mandam de presente! Eu gosto mais de ganhar uma caixinha de Star do que um creme Victoria Secret, acho que não sou normal…hehehehe

Hoje decidi postar a receita do meu caldo de cubinho e mostrar para vocês que, apesar de demorado, ele é super fácil de ser feito.
Faço caldos comuns, mas a receita de hoje é do demi glace, pra mim o melhor dos caldos!

Quanto ao preço…. bem… ele sai beeeem mais caro que o caldo industrializado!
Mas garanto que essa diferença de preço vale MUITO a pena!

Essa receita rendeu 24 cubinhos entre 35g e 38 g e eu usei:

– 8 k de ossos – R$16,00
– 1 quilo e meio de mocotó – R$9,50
– 8 dentes de alho – R$0,50
– 3 alhos poró – R$7,50
– 1 k de cebolas – R$2,00
– 1k e meio de tomates maduros, sem sementes – R$5,00
– 1k de cenouras – R$3,00
– 1/2 xícara, das de café, de azeite R$1,00
– 4 folhas de louro R$0,10
– 4 galhos de tomilho – da minha horta
– 10 folhas de sálvia – da minha horta
– 3 galhos de alecrim- da minha horta
– 1 garrafa de vinho tinto seco – R$29,90
– 1/2 garrafa de vinho Madeira- R$35,00 Eu só achei o Justino’s, que comprei por R$70,00
– 8 litros de água

Peça para o açougueiro retirar toda a carne, deixar os ossos bem limpos e serrar em pedaços de 5 cm.
Em uma assadeira grande, coloque os ossos e o mocotó e leve ao forno pré aquecido em 180 graus, por mais ou menos 1 hora e quinze minutos. Tome cuidado para não tostar demais os ossos, isso pode comprometer o sabor final do caldo.

Enquanto os ossos ficam no forno, lave muito bem os legumes e pique em pedaços médios. Não precisa retirar a casca da cenoura e do alho, apenas da cebola.
Aqueça um caldeirão ou uma panela de 15 litros e refogue todos os legumes no azeite.
Junte os ossos e o mocotó e o vinho tinto seco. Dez minutos depois junte a água.
Assim que levantar fervura junte as ervas e abaixe o fogo.

Vai se formar uma espuma na superfície. Retire essa espuma com cuidado e descarte. Repita esse processo até não se formar mais espuma nenhuma.

Mantenha o caldo no fogo mais baixo do seu fogão por mais ou menos 36 horas!
É isso mesmo, 1 dia e meio de fogo beeeeem baixo!
De vez enquanto dê uma olhadinha e uma mexidinha para ver se precisa de mais água. Se necessário, junte mais água.
Ao final das 36 horas, o ideal é que o líquido esteja reduzido pela metade.

Passe o caldo por uma peneira beeeeeem fininha. Aperte bem os legumes para aproveitar tudo.
Leve esse caldo peneirado para a geladeira e, assim que se formar uma camada de gordura na superfície, retire essa camada e descarte.
O caldo vai estar como uma gelatina.

Volte ele para o fogo e, assim que ele aquecer, junte meia garrafa de vinho Madeira.
Espere levantar fervura, abaixe o fogo e deixe reduzir até ficar na consistência de um xarope. Esse processo vai demorar mais umas 4 horas.

Espere o caldo amornar e coloque em forminhas de gelo. Não espere ele ficar completamente frio porque ele fica gelatinoso e difícil de transferir para a forma.
Leve ao freezer até os cubos ficarem firmes.
Retire os cubos da forma, coloque em saquinhos e mantenha congelado por até 3 meses.

O total do valor gasto foi de aproximadamente R$136,50 , ou R$5,68 por cubo pronto. E o tempo total para o caldo ser finalizado foi de mais ou menos umas 42 horas.
Mas garanto que vale cada centavo gasto a mais e o longo tempo que sua casa fica perfumada.

Os cubos são concentrados e podem ser usados em qualquer receita que leve caldo concentrado. Ele pode ser usado direto em um molho ou cada cubo pode ser diluído em 700 ml de água e ser usado em um risotto, por exemplo.

E o melhor de tudo: além do sabor ser MARAVILHOSO, não contem 1 g de sódio e a gordura é bem reduzida!

4 comentário para “Cubinhos de caldo caseiro, valem a pena?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *