Você conhece catalonha?

Você conhece catalonha? Pois eu não conhecia… Sempre via na barraca do feirante mas nunca tinha experimentado. Resolvi comprar e fiz como o feirante recomendou: picadinha e refogada em alho e banha de porco. Antes de refogar temos que “aferventar” para tirar o amargo das folhas. Depois que as folhas perderam seu toque amargo, basta refogar em 1 colher de banha de porco e alguns dentes de alho amassados com a lateral da faca. Uma pitadinha de sal e pronto! Fui pesquisar sobre a catalonha no Google e achei um texto que me emocionou e me mostrou que essa folhinha de um verde maravilhoso pode ser bem mais do que uma fonte de cálcio, pode ser uma lição de vida! Quem quiser saber o motivo, basta dar uma olhadinha do Blog da Lisa, o Nem te conto… Uma verdadeira aula. Um tapa na minha cara!

14 comentário para “Você conhece catalonha?

  1. Olá Kris, fui lá ler a história da Lisa, realmente ela tinha uma grande MÃE.
    Quanto a Catalonha, tbm nunca comi, mas de agora em diante e diante de tão linda história vou procurar e fazer.
    Brigada por dividir.
    Bjs

  2. olá …KRIS…eu amo catalonha…a primeira vez que fiz tinha uns 12anos …eu era encarregada da cozinha em casa…lembro que arranquei todos os talos…minha mãe comprou não explicou como fazia..fiz igual couve…não rendeu nada…mas agora aprendi faço com costelinha de porco e polenta(é só lavar a catalonha dobra-la por numa panela de pressão com um pouquinho de agua fecha pegou pressão 5mim,tira espreme bem numa tabua e pica o tamanho desejado e é só acrescentar na costelinha bem dourada numa panela de ferro e colocar em cima da polenta numa tabua) …fica divino…com as folhas mais novas da pra fazer salada fica otimo…fica com Deus …até mais…

  3. Kris,
    Você sempre me faz viajar ao passado, pra casa de mãe, comidinha de mãe.
    Há quanto tempo não vejo catalonha. Minha mãe cultivava no quintal.
    Procurei hoje na feira e ninguém mais quer plantar, diz que não tem saida. Uma produtora rural de quem eu compro verduras disse que vai plantar um pouquinho, só para me trazer. Vamos aguardar.

  4. Oi Kris, recebo tds os dias suas receitas no meu email, adoro! Pesquisei sobre a catalonha e descobri q é um tipo de chicória.
    Ah, parabéns pela cozinha ficou linda bem como o seu jardm, parabéns!

  5. Como catalonia a vida inteira, e nunca ouvi falar em cozinhar em agua por 10 minutos, panela de pressão, etc…

    Eu corto como almeirao e refogo normalmente, fica amarguinha sim, que é o charme dela, e com franguinho e polenta é demais.

    É uma verdura véia, fora de moda, só a italianada ainda conhece a "catalonha".

    Gostei do blog. Onde se compra pescoço de peru?
    Sou homem. Gostaria de mais fotos desse corpinho de foca.

    Bjs

    Dionísio

  6. Aqui na Alemanha é muito comum…nasce nas calcadas e parques. Chama-se aqui " Löwenzahn " : dente de leão, por causa da folha com pontas lembrar dentes. Se usa crua misturada em pouca quantidade com outras folhas de alface. Espero ter ajudado. Andrea Emlinger.

  7. O bom da catalonha é justamente seu amargor, que é otimo para o fígado. Nao nos esqueçamos, que alimentos cozidos demais perdem todas as suas propriedades e vitaminas, por isso, depois de muito cozida, nem amarga ela é. O bom é refoga-la por mjuito pouco tempo, com alho, e pouquinho de oleo. Com banha de porco, com certeza, vai ficar indigesto, e alem do mais nao é bom para a saúde. O alimento deve nos nutrir, nos fazer bem, e nao devemos estragá-lo, ao cozinha-lo demasiadamente. Como desde criança, e é uma verdura que temos que saber aprecia-la do jeito que ela é.

  8. Eu conheço essa verdura como Catalónia, pq é assim q esta escrito nas bancas dos supermercados por aqui (Maringá/Paraná). eu amo esse gostinho amargo dela. faço como salada normal, ou refogada. Quem ainda conhece, vale a pena provar. bjuuss

  9. Conheci recentemente, muito gostosa. Lavo bem, deixo de molho para esterilizar, corto fininho como couve e faço salada, com alface, rucula, tomatinhos e mussarela. Nada de aferventar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *