Quibe de peixe – Semana da pescaria

Eu APOSTO que você tem preconceito quando falam em quibe de peixe!
Pois eu tinha demais! Só em falar eu me arrepiava.
Peixe e quibe são duas coisas que não combinam, não é mesmo?

Mas é o mais puro engano! O quibe de peixe fica delicioso! Até meu filho João Antônio, que não come peixe de jeito nenhum, comeu! (Claro que foi sem saber, né? E ele ainda ficou de mal de mim por eu ter mentido que o quibe era de carne de vaca!)

É uma ótima pedida para as pessoas que não comem carne vermelha!

A receita não é minha. Quem fez essa delícia foi o Paulo Ernane, pai da Kamilota, minha cunhada!
Eu já contei aqui que o Paulo limpou, tirou couro, gordura e carne escura dos mais de 150 quilos de peixe que eles trouxeram do Xingu, né? A carne dos peixes ficou limpíssima, branquinha e linda!
E foi com essa carne que ele preparou o quibe.

Como tinha pirarara, piraíba (filhote) e jaú, eu me esqueci de perguntar qual foi o peixe escolhido para fazer o quibe, mas acho que pode ser feito com qualquer peixe.

O quibe é feito da forma tradicional: 1 quilo de peixe moído para 500 g de trigo demolhado e bem escorrido. Depois é só temperar com cebola picada, azeite, sal, pimenta e hortelã e passar novamente do moedor. Leve a massa moída para a geladeira para ficar mais fácil de enrolar.

Enrole, frite em óleo quente e sirva com um limãozinho china colhido na hora!

5 comentário para “Quibe de peixe – Semana da pescaria

  1. Olá
    Estou com uma dúvida nessa receita.
    Esse trigo "demolhado" seria o que? Trigo ou Triguilho??
    Aqui em minha terra, quando fazemos o quibe "tradicional" usamos o triguilho, deixamos ele de molho em água quente por um tempo para amolecer e aumentar o volume, e depois misturamos com a carne e demais temperos.

    Gostei da receita, e como estou em dieta de restrição de carne vermelha, essa receita é uma ótima opção.
    Aguardo resposta.

  2. Obrigada, amores! Que bom que vocês gostaram!

    Fabiana, eu acho que o meu trigo é o seu triguilho. É aquele bem quebradinho, usado para fazer tabule, quibe assado, etc… Só muda o nome de região pra região.

    Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *