Comida mineira, costelinha de porco da roça

Vou terminar a semana com uma receita mineira de encher a boca d’água (e as veias de gordura! hehehehe).
Essa costelinha de porco à moda da roça é um prato servido em quase todos restaurantes de comida mineira mas não são todas que ficam sequinhas por fora e beeeeem macias por dentro. O segredo de deixar a carne macia por dentro está no tempo de preparo, que deve ser bem lento.

A receita é bem parecida com a de carne de roça que já postei por aqui, lembram?

Para 1 k de costelinha de porco, cortada a cada dois ossos, você vai precisar de:
– 1 colher, das de sopa, de sal grosso
– 2 galhos pequenos de alecrim
– 3 dentes de alho
– 1 pimenta ardida (eu uso cumari do Pará)
– 1 fio de azeite
– 300 ml de óleo
– 200 ml de água

Em um pilão, amasse o alecrim, o alho e a pimenta junto com o sal grosso.
Passe essa pasta nas costelinhas, regue com azeite e deixe descansar por meia hora.

Coloque a carne, o óleo e a água em uma panela de ferro (ou uma caçarola de fundo bem grosso), dê uma mexida e leve ao fogo alto, com a panela tampada.
Assim que levantar fervura abaixe o fogo e deixe a carne cozinhar bem devagar, por cerca de 1 hora ou mais,  ou até a água secar completamente e só restar óleo na panela.
Quanto só tiver óleo, aumente o fogo e vá virando as costelinhas com a ajuda de um garfo até todos os pedaços ficarem bem corados.
Retire as costelinhas da panela, deixe escorrer bem, abra uma cerveja e sirva a costelinha com uma boa mandioca amarela cozida.
Não tem nada melhor!

7 comentário para “Comida mineira, costelinha de porco da roça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *