A mulher da minha vida

Não curto muito essas datas
comerciais…

Dia da Mulher? Todo dia é dia da mulher…
Mas… já que esse dia existe, quero falar sobre
uma mulher que tenho muito orgulho, uma mulher que tem só 17
anos.
Quando minha filha Victória nasceu eu já sabia
que ela seria diferente. Com 1 ano de idade ela já era tinhosa, já tinha
personalidade… Já escolhia a roupa que queria vestir, pode uma coisa
dessas?
E até hoje ela é assim: tem seu estilo e sabe
bem o que quer da vida.
Quando descobri que essa menininha tinhosa ia
ter um bebê ela tinha apenas 15 anos, ainda era uma
criança.
Pensei:
– Meu Deus, será uma criança cuidando de outra
criança.
Me enganei completamente.
A partir do positivo do exame minha filha
mudou.
Tive a certeza que ela seria uma boa mãe no
segundo banho do Benício.
Ele nasceu prematuro, pesava dois quilos e tinha
acabado de sair da UTI Neonatal, depois de 20 dias de internação. Dei o primeiro
banho nele com as mãos frias, tensa… Aquela coisinha minúscula podia
escorregar e se afogar! A Vivi ali do lado, igual uma galinha choca, não perdia
um movimento meu.
No outro dia, me preparei para dar o banho
novamente e, quando cheguei no quarto lá estava a Vivi , com o Benício já na
banheira.
Minha primeira reação foi ficar
brava:
– Filha, você está louca? Eu vou dar o banho
nele, ele ainda é muito pequenino…
A resposta dela me calou:
– Mãe, ele é MEU FILHO. Você já fez uma vez e eu
aprendi… De hoje em diante sou eu quem vai cuidar dele.
Desde esse dia, ela NUNCA me acordou de
madrugada para ajudar a trocar fraldas ou dar de mamar, nunca reclamou de passar
as noites em claro quando ele estava doente, nunca se arrependeu por ter trocado
as noites em claro nas baladas da juventude pelas noites em claro das
mamadas.
Ela se entregou completamente a
maternidade…

Minha menina tinha se tornado uma mulher…. E
uma mulher muito responsável. 
Victória, tenho muito orgulho de ser sua
mãe!
E vou terminar com uma frase que você me falava
quando era bem pequenininha: 
Te amo
além do infinito!

8 comentário para “A mulher da minha vida

  1. Chorei – que lindo os filhos fazem nossa vida valer a pena. Eu me lembrei do meu caçula – quando sai do hospital com ele pesando um pouco menos que seu neto – só que eu não tive mãe para ajudar pois nunca tive mas tive o grande presente de poder SER mãe e me divirto, perco os cabelos mas é a mistura de amor e desespero esse é o tempero do ser mãe. Sua filha é linda de doer. 🙂

    Eli

  2. Que lindo….fiquei emocionada.Passei por uma situação parecida e sus palavras foram valiosas para mim.Muito Obrigada Kris, sua filha e seu neto são lindos.E voce uma pessoa especial, que Deus sempre proteja e ilumine seu caminho e de sua família….Sou sua fã.Um grande abraço com muito carinho…..
    maria de Lourdes

  3. Muito emocionante! Que menina linda!
    Com certeza vc foi um grande exemplo, e dos bons!
    Meu irmão sempre fala tanto da sua comida, mas eu nunca ia imaginar que vc já era vó! Parabéns! Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *