Fase pastosa- Purê de feijão branco com peixe pochê, concassé de tomate e redução de balsâmico

Escolhi esse prato para ser a primeira receita do novo blog porque ele foi o primeiro prato que comi e senti prazer depois que fiz  cirurgia bariátrica.

Quando saímos da fase líquida e entramos na fase pastosa achamos que vamos arrasar e comer de tudo! Nada disso. Quase nada desce… Tentei várias receitas e estava passando só a caldinho de feijão e carne moída. Quando fiz esse peixe me apaixonei e consegui comer muito bem.

E vou te falar uma coisa, essa combinação ficou tão deliciosa que você não precisa estar de dieta para preparar. Te GARANTO que num jantar de amigos você vai arrasar com esse prato. Use o truque de emulsionar o caldo com manteiga, que eu ensino abaixo, ou então sirva assim, mesmo.

Uma dica: aproveite que está fazendo a redução de balsâmico e faça uma quantidade maior e deixe na geladeira.

Outra dica boa é que você pode bater o feijão e congelar em porções. Bateu fome é só ir lá, descongelar, refogar no alho com azeite e fazer seu peixinho que fica pronto em 10 minutos.

Para servir no inverno, essa receita é perfeita.

Ah Kris, mas esse prato tem um nome tão sofisticado, parece ser tão difícil…

É fácil, vai por mim!!! O nome é só uma frescurinha! rsrsrsrsrs

Vamos à receita:

Para o purê

500g de feijão branco

gostas de limão

2 folhas de louro

2 galhos de tomilho

2 dentes de alho, amassados

azeite a gosto

sal e pimenta moída na hora, a gosto

Lave bem o feijão e coloque de molho em água fria e suco de 1/4 de limão (*) de um dia para o outro. Escorra bem a água em que ele ficou de molho e passe o feijão para uma panela. Cubra de água, acrescente o louro e o tomilho e cozinhe até o feijão ficar macio. Você pode usar a panela de pressão, se preferir.

Assim que o feijão estiver macio, escorra e reserve a água do cozimento. Leve o feijão para o liquidificador e acrescente água do cozimento apenas o suficiente para bater e se formar um purê.

Aqueça uma panela, junte um fiozinho de azeite e o alho. Após 1 ou 2 minutos, junte o purê batido e mexa bem. Tempere com sal e pimenta e, se necessário, junte mais água do cozimento.

(*) O suco de limão ajuda a liberar as toxinas do feijão na água, deixando ele mais fácil de ser digerido, evitando gases e outros desconfortos comuns em quem fez bariátrica e em qualquer outra pessoa. Eu indico que todos os feijões

sejam deixados de molho em água com limão, ou vinagre ou soro de iogurte, por ao menos 12 horas, antes de ir para a panela.

Redução de balsâmico

O nome já diz tudo: basta reduzir o vinagre balsâmico em fogo beeeeem fraquinho até ele ficar grossinho, como uma calda. Não precisa colocar açúcar e nem mais nada. É só o vinagre balsâmico, fogo baixo e paciência.

Dica: Depois de pronto você pode manter a redução na geladeira por muito tempo e ir usando quando for necessário. É muito bom em carnes vermelhas e para temperar saladas. Com morango ele fica DOS DEUSES!!!

Peixe pochê

Você só tinha ouvido falar em ovos pochê? Pois saiba que também podemos fazer peixes, assim. Eu sou completamente apaixonada por essa forma de cozimento para peixes.

Coloque água em uma panela de boca larga, até atingir 1/3. Tempere com as ervas de sua preferência. Eu uso salsinha, salsão, tomilho, louro, pétalas de tomate e de cebola, dentinhos de alho, sal e pimentas (do reino e pimenta ardida). Se você tiver em casa, coloque, também, um pouquinho de vinho branco. Assim que a água ferver, eu adiciono os filés de peixe (pode ser os da sua preferência: linguado, namorado, cação, abadejo, tilápia, merluza…) e deixo até eles ficarem cozidos.

O tempo de cozimento vai depender do tipo e da espessura do peixe, fique de olho, pois não demora muito. Assim que o peixe mudar de cor, ficar opaco e mais firme, retire com cuidado. Esse caldo você pode reduzir em fogo alto, coar, voltar para a panela e adicionar uma boa colher de manteiga gelada e mexer até ele emulsionar. Fica DIVINO. Se você está de mal da manteiga, congele o caldo antes de reduzir e guarde para fazer um escaldadinho de peixe numa noite fria.

Concassé de tomate

Concassé é o termo chique usado para chamar o tomate sem pele e sementes, picado em cubinhos. É mais chique falar concassé de tomate do que tomate picadinho…rsrsrsrs

Então, tire a pele e as sementes de 2 tomates bem maduros e tempere a gosto. Eu usei sal, pimenta, azeite e manjericão. Você pode usar pimenta ardida, coentro, etc. Só não use limão ou vinagre para não concorrer com o balsâmico, tá?

 

Montagem do prato

Coloque uma porção do purê de feijão em um prato fundo, acomode o filé de peixe, coloque uma pequena porção do tomate concassé e regue tudo com um bom fio de redução de balsâmico.

Depois venha me agradecer, tá? 😉

 

2 comentário para “Fase pastosa- Purê de feijão branco com peixe pochê, concassé de tomate e redução de balsâmico

  1. Hummm… já estou com água na boca… vou preparar o meu e te mando a foto e comentários… acho que ver suas delícias me alegra a alma!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *